The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Artec 21

(slide da minha apresentação)

Na semana passada, participei no Artec 21, um ciclo de conferências e eventos organizado pelos alunos do curso de Design e Tecnologia das Artes Gráficas, do Instituto Politécnico de Tomar.

Há uns anos assisti a uma reunião no Ministério da Ciência e Tecnologia onde se reuniam cerca de vinte dos trinta e tal cursos que existem no país. Era uma grande variedade de cursos, com relativamente pouca comunicação entre eles e tenho tentado “coleccioná-los” desde então, visitando-os sempre que possível. Ainda não fui a mais de um quarto do total, mas posso já dizer que, de modo geral, os eventos organizados pelos cursos fora dos grandes centros costumam ser mais ambiciosos e melhor organizados, o que se deve sem dúvida à necessidade de captar e manter a atenção dos potenciais alunos.

Tinha bastante curiosidade em relação ao curso de Tomar, com a sua ligação directa às Artes Gráficas, uma área seminal do design que em outros cursos tem sido negligenciada em favor das chamadas Novas Tecnologias. A visita a Tomar não desiludiu, em qualquer um dos casos (evento e curso). Este Artec foi muito bem organizado e durou três dias, de Quarta a SábadoSexta, com convidados e comunicações interessantes e variadas. Pensei que o “21” era uma referência ao século, mas já houve realmente vinte e um Artecs, o que deve fazer deste evento um dos mais antigos do país. Nos debates a que assisti, a audiência era participativa e informada, percebendo-se pelas perguntas que havia um interesse bastante grande pela tipografia e pelos aspectos mais pragmáticos do design. Talvez devido à crise ou à ênfase crescente no empreendedorismo, as conferências revelaram uma tendência para projectos auto-iniciados, desde fontes (a Penna da DS_Type), a agendas (a marca Chapéu), a revistas digitais (a iAdufe de Jorge Silva), a lojas e bares (a cooperativa de design Uff).

Filed under: Cultura, Design, Ensino, Notícias Breves

3 Responses

  1. Para nós, jovens que todos teimam em nomear “à rasca”… assistir a eventos como este é acender a nossa vontade.
    Estas oportunidades são janelas que se abrem e nos ligam ao mundo dos profissionais.
    A verdade é esta: é impossível não sair cheio de “pica” de uma boa conferência, ou palestra, ou apresentação, etc… qualquer movimento de cultura, pronto a ser consumido, é motivante!
    E tenho a certeza que é um sentimento generalizado…
    Obrigada pela sua prestação neste evento.

    • Miguel Rodrigues diz:

      A verdade é que este último Artec “catapultou-nos” para uma fasquia de exigência jamais vista nos anteriores simpósios. Sendo aluno do 2º ano, e aproveitando o caminho desbravado pelos meus colegas e “carapaus” da organização do Artec 21, só tenho a dizer que a minha ambição pessoal é fazer ainda mais e melhor.
      Sem dúvida que os 3 dias do evento foram motivadores, e pessoalmente deram-me “fome e sede” de mais conhecimento nos diversos temas abordados.
      A comissão organizadora está, sem dúvida, de parabéns e merece que o Artec 22 seja uma continuidade como também uma melhoria significativa.

      Obrigado.

  2. Miguel Sanches diz:

    Terminada mais uma edição deste evento, é de facto entusiasmante continuar a receber mensagens de agrado e apoio à organização. Não é fácil encontrar todos os anos um conjunto de oradores, dispostos a viajar até ao interior do país, para nos brindarem com as suas “lições”. Mas não há nada que não se consiga com perseverança e empenho por parte de quem organiza. Estes terão sido os principais factores de sucesso desta edição que, como parte do corpo docente, espero que sirva de exemplo para as edições futuras.

    O contributo que os oradores convidados deste ano deram foi sem dúvida outro dos factores de sucesso. Conseguimos reunir em Tomar, especialistas em áreas tão diversas como as Artes Gráficas, a Gestão de Cor, o ensino e a crítica de Design, a Tipografia, a Fotografia, a Publicidade, o Marketing de Guerrilha, os Novos Media, entre outros. Aos convidados como o Mário Moura gostaria de dirigir o meu mais sincero obrigado por terem contribuído para o sucesso do ARTEC 21.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: