The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Portugal

Já tinha falado aqui da colecção de guias turísticos Petit Planète, que Chris Marker criou nos anos cinquenta com a ajuda de Juliette Caputo. A ideia era realizar um documentário em formato livro de bolso, destinado a leitores inteligentes e críticos, apoiado numa integração perfeita de texto e imagem. Hoje encontrei na Livraria Barateira a tradução inglesa do guia dedicado a Portugal (4 €), com fotografias do próprio Marker, de Agnés Varda, Cartier-Bresson, entre outros. O texto ácido de Franz Villier não poupa o país de Salazar, a sua obsessão pela moral, pelos bons costumes e pela própria identidade – o livro propõe-se apurar se Portugal “existe realmente ou se é apenas uma ilusão dos portugueses”. Desde os mortos da ditadura até à legislação que obrigava os homens portugueses a usar fato de banho com alças (recentemente revogada por uma comissão constituída por um comandante, um major e dois médicos), nada é poupado. Resumindo: o género de coisa que se ouve (e se diz) todos os dias mas que dói um pouco vinda da boca de um turista.

Filed under: Design, Notícias Breves

3 Responses

  1. […] a Portugal, que ainda não tive tempo para ler com mais calma, mas que parece mais benévolo que a primeira edição. Basta talvez olhar para a capa, se o primeiro livro mostrava uma mulher do povo, este já mostra […]

  2. stéphanie diz:

    Olá, queria saber onde posso encontrar esse livro?

    Obrigada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: