The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

The Family of Man, 1955

Comprado por dois euros e meio do outro lado do quarteirão da Livraria Leitura do Porto onde esteve à venda pela primeira vez por 126$50 há mais de cinquenta anos (ainda tem o talão). Seria na galeria dessa livraria que Costa Martins e Vítor Palla iriam expôr em 1958 as fotografias do seu livro Lisboa, Cidade Triste e Alegre, muito obviamente influenciado por este The Family of Man, catálogo da exposição comissariada por Edward Steichen no Moma em 1955, também ele organizado por temas, beijos, nascimentos, abraços, também ele ilustrado por citações e poemas variados, também ele recorrendo a reenquadramentos e sobreposições dramáticos que seria difícil conseguir fazer hoje em dia.

Anúncios

Filed under: Crítica, Cultura, Design, Publicações

One Response

  1. rosapomar diz:

    Grande achado. Um dos meus preferidos de sempre.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Arquivos

Comentários Recentes

Mário Moura em Livro
João Sobral em Livro
Peixinho de Prata em O Espectador Calado
Mário Moura em Occidente, 1889
Augusto José em Occidente, 1889

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: