The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Cultura, só mais logo

Passeava pelo Porto com um amigo americano, um jovem curador assistente, que a certa altura me perguntou, apontando o logotipo do BPI, se era de uma instituição cultural: tinha-o visto em Serralves, na Casa da Música, um pouco por todo o lado, em cartazes e folhetos onde era muitas vezes o único elemento a cores e com algum destaque.

Filed under: Crítica, Cultura, Design

5 Responses

  1. É assim… Teremos sempre os países muçulmanos onde os juros são proibidos…. Hoje um polícia que estava a guardar uma das instituições mais responsáveis pela gigantesca dívida (Banco de Portugal) existente disse que era uma falta de respeito eu andar de skate na rua das traseiras desse banco.

  2. AP diz:

    Não percebi a conclusão a que se poderia chegar com este post. É político? O bpi por patrocinar é dos maus? Para haver cultura é preciso os privados darem dinheiro? Ou é uma questão estética? Sendo assim compreendo o problema. Tendo já feito algum design para eventos patrocinados por, entre outros, o BPI, sei como é a empresa portuguesa mais chatinha com a sua imagem e as regras de identidade visual. E é sempre difícil enfiar o seu logotipo onde quer que seja sem que chame atenção em demasia.
    Agora o mecenato, lamento, mas é uma coisa que deve ser incentivada e elogiada.

    • O texto não tem conclusões, é o mais descritivo possível. Cada um pode tirar as suas.

      Aproveito para acrescentar neste comentário as minhas próprias, não sobre a mecânica do mecenato – que em termos políticos tem muito que se lhe diga – mas sobre as suas responsabilidades e consequências em termos de design: um logo como o do BPI, difícil de arrumar, sempre numa escala metediça, usando cores que violam e contradizem as da instituição que apoia, dá a entender um apoio intrometido e com imposições pesadas, prejudicando a imagem de autonomia da instituição e dando a ideia que o banco é simplório e egoísta.

  3. […] Qual o futuro que se prevê para a cultura, depois na nossa sociedade refundida refundada? Bastante parecido com o passado. Há uns tempos escrevia eu isto: […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: