The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Concerto para boca e botija, acompanhadas pelo violino mais pequeno do mundo

“Por decisão pessoal minha, amanhã mesmo, vou formalizar a renúncia a este direito que a lei me dá”, foi o que disse Miguel Macedo, justificando-o porque não quer “perder um minuto com uma polémica deste género.” O artigo de jornal só refere este argumento que por sinal é péssimo, demonstrando uma mentalidade que se preocupa mais com as formalidades da vida pública, com a letra da lei do que com a ética: tudo indica que o fez para acalmar uma polémica e não porque ache que é uma decisão honrada, inevitável mesmo.

Mesmo esquecendo por um momento que ainda há uma semana se forçou cerca de um milhão de pessoas a abdicarem de uma boa fracção dos seus vencimentos, a que têm direito por lei e por constituição, impondo flexibilidade, austeridade e espírito de sacrifício com a ameaça não muito velada que a alternativa seria o despedimento em massa. Mesmo esquecendo isso tudo, e o mau exemplo que é ter um ar impaciente quando apesar de ter a lei do seu lado, se abdica desse direito “por questões pessoais” e não devido às tais flexibilidade, austeridade e espírito de sacrifício. Mesmo se não houvesse crise nenhuma e Portugal fosse tão rico que a gasolina era gratuita, ainda assim seria difícil vislumbrar a ética de aceitar um subsídio de alojamento por não ter “residência permanente na cidade de Lisboa ou numa área circundante de 100 km”, quando se tem uma casa em Lisboa.

Filed under: Ética, Prontuário da Crise

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Comentários Recentes

Mário Moura em Occidente, 1889
Augusto José em Occidente, 1889
Francisco Choupina em No Terraço
Marco em Onde
Candeias em Boletins

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: