The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

A classe média a sério

Dentro da chavonística nacional, uma das ideia mais curiosas é que (exceptuando o funcionário público) nunca tivemos uma classe média a sério. O “argumento” segue, gabando as virtudes dos países onde há realmente uma classe média e que isso demonstra a agilidade da economia, a mobilidade social, a participação cívica, etc. Seria portanto necessário criar aqui essa tal classe média a sério. Mas, infelizmente, a classe média actual, mantida artificialmente pelo Estado, estaria a ocupar o lugar da verdadeira classe média, assim deve-se eliminá-la para que a nova apareça. Não interessa muito que a nível global a classe média esteja a desaparecer, e que esse desaparecimento esteja ligado à erosão sistemática do Estado, e que como consequência da degradação dessa tal classe média a desigualdade social esteja a crescer (a desigualdade é, por definição, a eliminação de escalões intermédios de rendimento). Portanto, a estratégia acaba por ser eliminar a pouca igualdade que vamos tendo em nome de uma que talvez venha.

Filed under: Crítica, Cultura, Economia, Não é bem design, mas..., Política, Prontuário da Crise

2 Responses

  1. Aprígio César diz:

    o que quer dizer o termo “chavonística”?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: