The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Ganges

A primeira vez que reparei na revista, com a sua capa de cores terra foi por causa da colossal cara simplificada, quase abstracta, um Tintin gigante, desenhado a pincel grosso, erguendo-se no meio das nuvens sobre uma cordilheira nevada.

Não era possível ler o título, seis caracteres reduzidos a formas brancas num fundo negro que a contracapa descodificava como “Ganges”, e pensei tratar-se do rio indiano, enganado pelos caracteres exóticos, pela escala onírica da cara e pelas primeiras páginas da história, contando sem palavras a luta entre duas entidades polimórficas, desdobrando-se em braços, pernas e gestos marciais – afinal as personagens de um jogo de computador, a obsessão nocturna de um webdesigner chamado Glenn Ganges.

A história conta o tempo em que Ganges trabalhou numa dotcom durante a bolha do fim da década de 1990, aproveitando as noites para jogar em rede com os seus colegas uma das primeiras versões do “Unreal” – com outro nome, mas facilmente identificável pela descrição das arenas –, e é uma reflexão sobre a maneira como a realidade do jogo se vai tornando parte da própria vida e das memórias dos jogadores, não sendo possível isolar a paisagem pixilada dos cenários do dia-a-dia da empresa, da conversa dos gurus do marketing ou do modo como se lida com o despedimento de colegas ou a morte de familiares.

Este era apenas o segundo número da série, escrita e desenhada por Kevin Huizenga. Nos outros, entre outras coisas, representa-se graficamente o modo como a memória de um passeio rotineiro, repetido anos a fio, se torna numa forma quotidiana de viagem no tempo; uma noite de sonhos ou uma noite de insónias; um dilema moral, etc. É esta capacidade para representar sentimentos complexos usando apenas as convenções da banda desenhada, alargando-as elegantemente no processo, que torna Ganges um objecto tão estranhamente apelativo, sofisticado e rico.

Anúncios

Filed under: Banda Desenhada, Crítica, Cultura, Publicações

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: