The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

A difícil arte da reedição

Quando fazia banda desenhada, das piores coisas que me podiam dizer é que eu era o “tipo dos patinhas”, querendo dizer coisa rasca, infantil – o que não podia estar mais longe da verdade, sabendo que houve muita gente a escrever patinhas bem decentes e ninguém melhor que o próprio inventor do Tio Patinhas, Carl Barks, habitualmente posto ao nível de Hergé, Franquin ou Tezuka. E com razão.

Desde há anos que tenho coleccionado as suas histórias, infelizmente reeditadas em formatos estranhos, demasiado grandes e com degradés exagerados de computador, talvez para apelar às novas gerações. Agora a Fantagraphics pôs mãos à obra, e sendo uma das melhores e mais cuidadosas editoras e reeditoras de banda desenhada, fez um bom trabalho, com um formato médio e uma trama de cor fina mas visível sobre um papel branco-sujo, que se assemelham às das primeiras edições sem cair no pastiche. Muito bom.

Filed under: Banda Desenhada, Crítica, Cultura, Design, Publicações

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: