The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Sociedade a Vapor

Quando li pela primeira vez The Difference Engine, de William Gibson e Bruce Sterling, não fazia ideia que se tornaria numa tendência , numa moda, talvez mesmo um estilo de vida, a que se veio a chamar Steampunk. O livro propunha uma história paralela onde o computador não só tinha sido inventado na primeira metade do século XIX (o que realmente aconteceu) mas onde era usado em larga escala pela sociedade Victoriana, modificando-a completamente.

Leia o resto deste artigo »

Anúncios

Filed under: Crítica, Cultura, Design, Prontuário da Crise, , , ,

Lá se foi o século XX todo

É o lugar comum da crise: fulano perde o emprego, bolsa ou estabilidade de emprego e emigra, dedica-se à agricultura ou abre um bar (bónus se for um bar/galeria, /artesanato urbano, /livraria, /etc.) Portugal volta assim, quase sem dar conta, às mesmas opções que tinha há cem anos: a emigração, a enxada ou a tasca.

Filed under: Política, Prontuário da Crise

Cisma

Há uma coisa que eu não suporto, que me faz ranger os dentes e perder a paciência bastantes vezes, que é mostrar um livro ou uma revista a alguém, que à minha frente, mecanicamente e sem pensar muito no assunto, lhe destrói a encadernação, abrindo as páginas até à cola (ou mesmo as costuras) estalarem. Por vezes pousam o livro ou a revista numa mesa e vincam a a abertura com a base do punho como se estivessem a passar a ferro. Mesmo uma boa encadernação não recupera disto. Se o livro é brochado, o mais provável é quebrar pela lombada e ficar com páginas soltas.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Não é bem design, mas...

Origem Secreta das Imagens

Outro dia comprei, principalmente porque eram baratos, apenas um euro cada, uma série de livrinhos de teatro da Moraes Editora. Atraíram-ne porque eram de um design quase suíço, embora tardio, do começo dos anos oitenta, em especial um deles, que tinha na capa as gravuras de uma série de submarinos. Leia o resto deste artigo »

Filed under: Banda Desenhada, Crítica, Cultura, Design

Época de Avaliação

Para quem frequenta o mundo académico, a época de avaliações é também uma época de auto-avaliação. Nesse aspecto, não há muita diferença entre um professor e um aluno. Se a este último é atribuído um número aos seus esforços, uma nota, ao primeiro cabe decidir qual os critérios da atribuição.

Assim, no meu caso, esta é a altura do ano em que me pergunto o que é o design. Como é evidente, a resposta vai mudando com o tempo.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Crítica, Cultura, Design, Política, Prontuário da Crise

“Um bom aluno em derrapagem”

Começo a achar bastante ofensiva a metáfora do governo ou do país como “bom aluno”. É a imagem de marca que o Governo tem tentado dar de si mesmo. E até pareceria bastante sincera se esse mesmo governo não demonstrasse também um desprezo olímpico pelo ensino.

Hoje, no Público, por exemplo, usa-se o título “Um Bom Aluno em Derrapagem”. O “Bom Aluno” neste caso é Gaspar, que apesar de fazer tudo o que a sua ideologia (ou a Troika, o que é a mesma coisa) o manda fazer ainda não conseguiu os resultados previstos. Ou seja a culpa não é tanto do aluno, que aprende com diligência o que lhe ensinam, como da escola onde está matriculado, que insiste num programa que tem pouco a ver com a realidade.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Crítica, Cultura, Política, Prontuário da Crise

Viagens Pela Beira da Estrada

Há um tique que revela a obsessão dos portugueses pela boa comida: se estão num bom restaurante, só raramente falam da comida que têm à frente, mas de outra, ainda melhor, que comeram em outra ocasião. Se comem carne, falam de peixe; se é truta, falam de alheira. É como se o paleio fosse uma maneira de multiplicar a abundância das mesas, desdobrando-a no tempo e no espaço.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Crítica, Cultura, Design

Consolos

20120622-174120.jpg

A terminar as avaliações, e sem grande tempo para escrever para aqui mais do que umas linhas. O chorrilho de disparates que constitui boa parte da opinião pública portuguesa nos dias que correm quase nem merece resposta.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Design

Ocupações e Gente que Não Tem Mais o Que Fazer

Segundo o Público, a Biblioteca Popular do Marquês foi entaipada porque teria sido alvo de um “assalto”. Tanto quanto se pode perceber pelos instrumentos do crime, entretanto apreendidos ou destruídos pela Polícia Municipal, estariam a tentar transformar aquele espaço numa “biblioteca”.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Política, Prontuário da Crise

Desironizar

Nos últimos dias, foi ocupada uma pequena biblioteca pública abandonada no jardim do Marquês no Porto. Tanto quanto se pode perceber, o processo é o mesmo usado na Escola da Fontinha: um edifício público devoluto é ocupado pacificamente, não apenas por pessoas mas por actividades próximas às  projectadas originalmente para aquele local. Aulas, actividades recreativas, espaços de leitura, tudo pontuado por assembleias populares.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Crítica, Cultura, Economia, Ensino, Não é bem design, mas..., Política, Prontuário da Crise

Medos

Da minha parte e em relação às eleições gregas só posso dizer a sensação foi (e ainda é) de medo. Em primeiro lugar, de como a eleição num país distante ainda pode atirar o meu próprio país para o caos.

Não posso dizer que não tenha sido um alívio o Syriza ter perdido – provavelmente até para eles próprios, porque não teriam qualquer género de condições para governar. Mas não será – é óbvio –, um alívio mais do que passageiro porque a receita europeia para a crise não tem dado qualquer resultado para além de piorá-la.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Política, Prontuário da Crise

Não Escorre

Nos velhos tempos, dizia-se que era melhor oferecer a alguém uma cana de pesca e ensinar-lhe a pescar do que dar-lhe um peixe. Agora oferece-se uma recapitalização a um banco para que possa abrir uma linha de crédito que permita a pequenas empresas que fabricam canas de pesca expandirem o seu negócio de modo a dominarem as pescas no difícil mercado internacional, assegurando um quase monopólio da distribuição nas grandes superfícies ou talvez directamente às cadeias de restaurantes. A tal pessoa da primeira frase pode, se estiver disposta a fazer sacrifícios e ganhar bastante menos, trabalhar na empresa; se não, pode sempre ficar com um ou outro peixe que sobre.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Crítica, Economia, Política, Prontuário da Crise

Da Criação de Emprego

De todos os moralistas ingleses (e não são poucos), não deve ter havido um que se tenha divertido mais (ou que tenha escrito mais histórias de detectives) do que Gilbert Keith Chesterton.

O seu livro mais conhecido, O Homem Que Era Quinta-Feira  (1908), é talvez a mais perfeita história de espiões inglesa, na qual um jovem poeta é recrutado como agente-secreto da Coroa na luta contra uma organização de anarquistas dirigida por um misterioso vilão cujo nome de código era Domingo. Um pouco como se James Bond também se dedicasse aos versos e usasse um cachecol.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Crítica, Cultura, Não é bem design, mas..., Política, Prontuário da Crise

Fim de Temporada

Às vezes fico com a sensação que já não me é possível escrever sobre nada que não seja político, mesmo sem querer. Há uns textos atrás, por exemplo, falava sobre a antologia da Afrodite, De Fora Para Dentro, onde encontrei excertos do diário do libertino inglês William Beckford contando a sua visita a Portugal, em particular a descrição de uma procissão a que assistiu de uma varanda em frente à Sé Patriarcal de Lisboa numa quinta-feira, dia 7 de Junho de 1787.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Política, Prontuário da Crise

Desigualdade

O debate em torno do Crescimento vs Austeridade já cansa, porque nas análises mais simplistas se limita a uma oposição grosseira entre despesa e poupança, entre o Estado investir ou não, quando o primeiro problema não é de todo esse.

A pergunta que deveria ser respondida antes de tudo o resto é se qualquer uma das soluções propostas para a crise aumenta ou diminui a desigualdade (social, económica, etc).

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Ética, Economia, Política, Prontuário da Crise

Texto no Artecapital

Só para dizer que saiu um texto meu sobre a Colecção D na Artecapital.

Filed under: Notícias Breves

Democracia a 8 Bits

Para quem a defende, a austeridade não parece ser apenas uma doutrina económica mas também discursiva. Não se trata só de empobrecer os bolsos da maioria mas também a sua capacidade de se manifestar em público.

Isso fica bem claro nos apelos frequentes que se tem feito à paciência e ao silêncio, desde Manuela Ferreira Leite com os seus seis meses de suspensão da democracia, até aos seis meses de silêncio pedidos pelo reitor da Universidade do Porto. Se pensarmos que a democracia é o governo através da discussão e que as votações são apenas a parte do processo onde se escolhem os melhores argumentos, pedir silêncio ou pedir a suspensão da democracia é exactamente a mesma coisa.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Arquitectura, censura, Crítica, Cultura, Design, Não é bem design, mas..., Política, Prontuário da Crise

Maria Keil

Morreu Maria Keil aos 97 anos. Soube disso através do Facebook, como vai sendo costume. Entre as condolências, há um link para uma entrevista antiga no Público, cujo título pergunta “Maria Keil: Artista ou Operária?” A resposta certa é – claro – não devia fazer diferença. Tal como não devia fazer diferença o curso que se tirou, nem onde, nem quem (se é rico, se é pobre, se é homem, se é mulher). Tal como não interessa se é pintura, escultura, arquitectura, cerâmica ou até design (como o destes dois volumes da Paleta e do Mundo, cujo design Keil fez em 1956). Da melhor arte e do melhor modernismo pode-se defender que desfazem as hierarquias do costume propondo um mundo novo.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Notícias Breves

Direita-Caviar

Pedro Passos Coelho elogiou esta semana a paciência dos portugueses, por aguentarem as medidas de combate à crise que, curiosamente têm assentado num empobrecimento sistemático de quase toda a gente que ainda pode empobrecer.

Excepto (claro) os que são demasiado grandes para falir, que é como quem diz “demasiado ricos para empobrecer”, argumentando-se que a sua riqueza é o pagamento por ajudarem a criar emprego.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: Ética, Crítica, Cultura, Economia, Política, Prontuário da Crise

O País das Aspas

Apanhado em Alcântara, mas sinal de uma praga maior, um hábito de usar as aspas como se fossem um destaque gráfico. Não se podia fazer a mesmo coisa com **asteriscos**, por exemplo? É que assim podia ser castanha assada na hora, maionese assada na sandes ou até nádega assada na fralda. Se o objectivo é estimular a imaginação do freguês, mais valia dizer-se logo que hoje há “outra coisa qualquer” assada na “outra coisa qualquer”.

Ou então é só a ironia empreendedora dos tempos que correm: uma livraria fecha e reabre como um restaurante chamado astutamente “Livraria”, uma padaria fecha e reabre como uma galeria de ilustração chamada “Padaria”, uma sardinha fecha e reabre como outra coisa qualquer chamada “Sardinha”.

E hoje, no Terreiro do Paço, uma parte do Ministério das Finanças fechou e reabriu como um bar chamado “Ministerium”.

Filed under: Crítica, Cultura, Design, Economia, Prontuário da Crise

Mário Moura

Mário Moura, blogger, conferencista, crítico. Escreve no blogue ressabiator.wordpress.com. Parte dos seus textos foram recolhidos no livro Design em Tempos de Crise (Braço de Ferro, 2009). A sua tese de doutoramento trata da autoria no design.

Dá aulas na FBAUP (História e Crítica do Design Tipografia, Edição) e pertence ao Centro de Investigação i2ads.

História Universal do: Estágio

O "Estágio"
O Negócio Perfeito
Maus Empregos
Trabalho a Sério
Design & Desilusão
"Fatalismo ou quê?"
Liberal, irreal, social
Conformismo
Juventude em Marcha
A Eterna Juventude
Indústrias Familiares
Papá, De Onde Vêm os Designers?
Geração Espontânea
O Parlamento das Cantigas
Soluções...

História Universal dos: Zombies

Zombies Capitalistas do Espaço Sideral
Vampiros, Zombies, Classe Média

Comentários

Comentários fora de tópico, violentos, incompreensíveis ou insultuosos serão sumariamente apagados.

Arquivos

Categorias