The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

“Não vou comentar mas…”

Só um apontamento rápido para comentar a reacção de Paulo Portas à decisão do Tribunal de Contas Constitucional. Curiosamente, Portas começa por dizer que não comenta, para de seguida a comentar. Depois diz: “Não será comigo que Portugal vai diabolizar a função pública”, para logo de seguida acrescentar: “Temos de saber e entender que, se o problema de Portugal é défice do Estado, não é justo pretender que o sector privado tem a mesma responsabilidade de ajudar” – o que equivale a culpar a função pública pela crise. Pergunto-me o que diria ele, se quisesse diabolizá-la.

E, de qualquer modo, a culpa do défice não é da função pública – mesmo esquecendo que há uns anos a dívida portuguesa era mais preocupante no sector privado, e houve uma crise no sector privado, cujas perdas foram tornadas públicas, etc .

O dinheiro que se gasta a pagar a um funcionário público não serve, como se tornou hábito pensar, para lhe pagar o salário, mas porque ele assegura uma função pública, de que toda a gente pode usufruir. Pode ser uma função carismática ou pode ser algo impopular, que pouca gente faria. Não interessa. Toda a gente pode usufruir disso. É para isso que se pagam impostos e taxas.

Alguém eleito decidiu que a tarefa precisava de ser feita e alguém é pago para fazer. É claro que pela lógica actual, a culpa acabará por sempre de quem foi pago para fazer a tarefa, e não de quem tomou a decisão, o que na prática significa todos nós, que elegemos quem decide.

Usando aquela lógica de que os partidos tanto gostam, se há alguma culpa é deles próprios, se há alguém que deve pagar por isso é toda a gente que paga impostos – talvez dando um bocadinho de atenção a quem diz que cria riqueza muito simplesmente colando etiquetas em todo o tipo de coisas a dizer “riqueza” (o sector financeiro) e quem se dedica a cobrar às pessoas por uma coisa que foi paga com o dinheiro delas (electricidade, água, estradas).

Anúncios

Filed under: Design, Economia, Política, Prontuário da Crise

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: