The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Padrão Marmoreado

É o livro mais antigo da minha biblioteca, de finais do século XVIII. Não o comprei certamente pelo assunto – “os gloriosos mártires de Chellas” – mas pela capa, um padrão marmoreado feito à mão, muito semelhante aos usados numa das páginas mais famosas do Tristram Shandy, de Sterne, à qual dediquei parte da minha primeira conferência na Culturgest vai fazer um ano.

Do resto do livro, vale a pena apreciar o frontispício, com um motivo tipográfico em rosácea:

A marca da impressão com tipos de chumbo, bastante vincada, praticamente um selo branco:

A convenção de terminar as páginas com uma duplicado dos primeiros caracteres da seguinte:

Os filetes modulares onde se pode ver perfeitamente o desajuste dos remates:

E para terminar não com “design” mas pelo menos com “desígnio”, os “s” minúsculos estreitos usados no começo ou no meio das palavras (mas não no fim) a parecerem um “f”.

Anúncios

Filed under: Crítica, Cultura, Design, Publicações

2 Responses

  1. maria inês diz:

    De notar também o A inicial impresso espelhado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: