The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Da Liberdade de Imprensa, 1971

Não sei muito do conteúdo do livro, mas a sua data, antes do 25 de Abril, em pleno consulado de Marcello Caetano, torna-o um objecto curioso, mais ainda pelo design de Sebastião Rodrigues, que levou à letra o título, transformando-o em liberdade tipográfica. Tem uma lombada memorável e uma dupla página de abertura na mesma veia.

A capa é bastante franzina, dando a entender que talvez existisse uma sobrecapa, entretanto perdida.

Começa com uma citação de Salazar sobre o assunto do livro o que provoca sempre alguma estranheza.

Mostro este livro por uma razão talvez pueril: neste mês de Agosto, decidi escrever o mais possível sobre design, deixando a política mais directa de lado. Não porque falte assunto ou urgência, mas porque, pelo contrário, é tanta a necessidade que se fica paralisado. Assim, escolhi um livro sobre a liberdade de imprensa escrito durante a Ditadura mais duradoura da Europa porque uma banda punk foi sentenciada a dois anos de prisão na Rússia de Putin, mostrando que a liberdade de expressão ainda precisa de ser defendida, porque o Expresso anda a distribuir uma história de Portugal em fascículos onde se argumenta que, não só o Salazarismo não foi uma forma de fascismo, como a 1ª República e o 25 de Abril foram piores que o Estado Novo em termos de repressão (fica aqui o link para a resposta que está a ser dada no Público a esta alarvidade pelo historiador Manuel Loff), por uma jornalista se ter demitido por causa da pressão de um Ministro sobre um jornal, etc.

 

 

 

 

 

 

Filed under: Cultura, Design, História, Publicações,

2 Responses

  1. Maria diz:

    A coisa que eu mais odeio na vida é MAFIA,
    é reduzir um ser humano ou qualquer ser à
    miserabilidade.
    É escravizar, asfixiar
    Isso passa-se a nossos olhos e todos fazemos os mais ínfimos movimentos nesse sentido.
    Tememos literalmente a MAFIA .
    Quando digo MAFIA é todos os que tememos
    e que sabemos que a Lei não nos irá apoiar.
    Nunca imaginei que o fosse tão fácil esse movimento. Nesta terra tão pacata . Por engano.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: