The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Estágios nas Escolas

Falo de protocolos que permitem aos alunos, ainda durante o curso, estagiarem em empresas e instituições. Nunca gostei da ideia. Por um lado, permite aos alunos contactarem com a “realidade para além da escola” – escrevo isto entre aspas porque neste momento se no ensino superior português não há “realidade” que chegue, não sei onde haverá. Por outro, arrisca-se a ser apenas o primeiro de muitos estágios que, mais tarde, num currículo, se forem demasiados, acabarão por dar a ideia do aluno como inempregável. Já me aconteceu ver gente que defende o estágio na escola a dar uma má classificação a um candidato porque “só tem estágios no currículo”.

Depois, há a objecção mais óbvia, que o trabalho não-remunerado do estagiário faz concorrência ao trabalho remunerado, eliminando até postos de trabalho. O problema resolvia-se orientando os estágios para projectos que se escapem ao mercado – uma empresa poderia ter um conjunto de trabalhos pro bono aos quais seria circunscrito o trabalho estagiário e, claro está, as universidades seriam o sítio ideal para este género de iniciativas (e em alguns casos já são).

Anúncios

Filed under: Economia, Ensino, Estágios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Comentários Recentes

Lia Ferreira em Por um lado
Jose Mateus em Censura em Serralves
L. em Lisboa Cidade Triste e Al…
Mário Moura em Livro
João Sobral em Livro

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: