The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Come e cala

A propósito de Maria Teresa Horta, apareceu o argumento do costume: que se não queria receber o prémio das mãos deste Primeiro Ministro, não o deveria receber de todo. O Daniel Oliveira já deu uma resposta perfeitamente satisfatória a essa objecção: que o prémio e a figura que o entrega são duas coisas distintas, que podem e devem ser separadas.

Mas, agora que a Casa de Mateus mudou as regras desse prémio, obrigando os galardoados a recebê-lo do Primeiro Ministro, quem o queira boicotar não terá outro remédio senão abdicar do prémio. Implicitamente, coloca-se os escolhidos na posição ingrata de serem pagos para esquecerem as suas convicções (no caso de aceitarem) ou de pagarem para as afirmar (recusando o prémio).

Dir-se-á que a posição de recusa só fica mais sólida, sincera e até pura abdicando do dinheiro. Pessoalmente discordo. Se só é possível ser sólido, sincero e puro abdicando daquilo que nos permite sobreviver ou produzir o nosso trabalho, não se trata verdadeiramente de uma escolha, mas de chantagem pura e simples. Ou comes ou calas.

Fosse eu obrigado a receber um prémio do Primeiro Ministro, eu iria recebê-lo, porque preciso do dinheiro, mas faria questão de demonstrar o meu desagrado na cerimónia. Preferiria simplesmente não ir, mas se não tivesse outro remédio, era isso que eu faria. E se não mo deixassem falar, faria de divulgar essa censura uma missão de vida.

Penso que a única maneira de tratar um governo que acha justo levar-nos aquilo que nos permite sobreviver (dinheiro, emprego, saúde, educação) é levar-lhe dinheiro, sempre que possível. Não tornarei a tarefa de quem me quer matar à fome mais fácil. Escolher entre tomar uma posição política e comer não é uma escolha.

Anúncios

Filed under: Ética, Política, Prontuário da Crise

One Response

  1. carlos b diz:

    “eu iria recebê-lo, porque preciso do dinheiro, mas faria questão de demonstrar o meu desagrado na cerimónia.”

    caro moura, não seria a primeira vez e a maior parte das vezes até é mais produtivo, quer para as causas, quer para o estômago, e bons exemplos existem:

    carlos b

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: