The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Missão: Demissão!

manif14

Já vamos nesta crise há quatro anos, mais ou menos dois desde que chegou aqui a Portugal, e foi-se tornando enjoativo ver as mesmas falácias a serem repetidas e rebatidas todos os dias. Desde o “viver acima dos meios” até “ao temos que empobrecer”, passando pelo “não há alternativas”. Nada disto é verdade; há argumentos convincentes contra tudo isto e muito mais. Torna-se cansativo escrevê-los aqui outra vez. Até se torna penoso lê-los. Não porque não sejam mais elegantes, articulados e estruturados que tudo o que este governo alguma vez tenha dito, mas porque simplesmente são ignorados por quem está no poder. É um desgaste que é também um desgaste da própria ideia da discussão racional e informada como base da democracia.

Não basta discutir ou propor alternativas. Não basta marcar manifestações uma vez por mês ou até uma vez por semana. Tudo isto será desvalorizado, relativizado, esquecido. Para quem discorda deste governo será necessário fazer frente a uma guerra de desgaste. Onde não adianta esgotar meios e energia contra um inimigo que simplesmente nos pode ignorar sem qualquer esforço.

Para além de todos os formatos do costume, é preciso também protestar de um modo constante e quotidiano, que não exija esforço e que não seja ambíguo. Usar sempre em público, no trabalho ou no descanso, um símbolo qualquer da nossa indignação, que se veja quando passeamos na rua, quando damos aulas, quando viajamos ao estrangeiro, sempre. Um crachá, uma faixa, o que quer que seja. Pessoalmente, gosto do símbolo da cara indignada que apareceu nas manifestações do porto. Não me chateava usar isso durante anos na minha lapela, no meu ombro ou pendurado na minha mochila, até que este Governo se suma, e depois até, para celebrar o sumiço.

Anúncios

Filed under: Crítica, Cultura, Design, Política, Prontuário da Crise

2 Responses

  1. […] no The Ressabiator uma belíssima ideia que poderia fazer toda a diferença. Voto no crachá, trago a mágoa ao peito. […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: