The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Corrupção

Há textos dos quais se discorda, há outros com os quais se concorda em parte. Com este, do Daniel Oliveira, concordo em praticamente tudo. Acrescentaria apenas que o processo de tornar o Estado o mais fraco possível, a sua privatização, me parece cada vez mais uma forma sistemática e sistémica de corrupção.

Quando o movimento de pessoas e recursos entre o público e o privado se torna de tal modo regular ao ponto de ser possível dizer seriamente que ex-ministro é uma profissão perfeitamente indentificável; se a privatização de recursos naturais e de serviços públicos se tornou num modo habitual de encontrar rendas certas, quase-monopólios ou monopólios a salvo da concorrência do mercado internacional; quando isto tudo é feitio e não defeito, é porque a corrupção já se tornou numa doutrina, já tem a sua legitimidade institucional. Ao lado dela, e para cada vez mais gente, a corrupção tradicional já só parece má pelo seu amadorismo.

Anúncios

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: