The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

O Julgamento da História

A demissão de Relvas é um assunto mais apropriado ao twitter do que aos blogues. Não há argumento ou anedota que não tenha sido já usado. Já se fez o resumo de tudo aquilo que o trouxe a esta demissão. Toda a gente sabe. Ele, pelo contrário, continua na mesma.

O seu “discurso de despedida” demonstra como este Governo delira. Chegou a fase do Bunker. Diz Relvas que trabalhou durante cinco anos para pôr este Governo no poder, como se isso fosse uma coisa boa só por si, como se não fizessem diferença os desempregados, os emigrados, os doentes sem tratamento, os impostos, a perda de soberania, de democracia, o falhanço completo de um programa que não foi posto sequer a voto.

E delira dizendo que será a história que o vai julgar. Mas qual história? Provavelmente fala de uma das disciplinas que fez por equivalência. É que a história costuma ser investigada em universidades, as mesmas que este governo descredibiliza abertamente, cortando meios às públicas e usando as privadas para “trocar” experiência profissional por canudos. Se dependesse de Relvas, de Passos e amigos, daqui a umas décadas não haveria sequer história.

Anúncios

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: