The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Imposto

cred_fiscal_2

Nem sei como há gente que ainda acredita que destruindo o emprego ao ritmo de 1100 postos de trabalho por dia (segundo a capa do i de ontem) se vai conseguir salvar a economia, pagar a dívida, etc. E ainda percebo menos como há gente que apregoa o desemprego quase como um dever. Na prática fazem do desemprego uma espécie de imposto de 100% a ser paga apenas por trabalhadores. Se verificarmos que para além disto esses desempregados ainda perdem o que descontaram para a segurança social através de cortes, ou que ainda se espera que paguem para trabalhar, o imposto será ainda maior. Cento e tal por cento de rendimento transferido do trabalho para o capital. E como mostra o gráfico acima (via), isto não é apenas uma figura de retórica. Assim, claro que defendo impostos progessivos. 70% para os rendimentos mais altos, e mais ainda no capital e na finança. Ah, assim fogem e levam o dinheiro para outro lado? Boa viagem e encostem a porta ao sair.

Anúncios

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: