The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Competências

Há cerca de uma semana terminei um artigo para uma revista estrangeira sobre o design português contemporâneo. Tentei descrever a maneira como a crise veio obrigar designers novos e velhos a reinventarem-se, mudando a propria identidade do design português no processo. Depois de acabar, perguntei-me quais seriam as competências necessárias para lidar o melhor possível com esta crise, ou melhor o que, na minha opinião, se deveria ensinar a um aluno de design gráfico.

Eu diria que a competência formal de base continua a ser a tipografia, não ao nível da criação de fontes, que já é um conhecimento bastante especializado, mas de conhecer estratégias de composição e de edição centradas no texto e na leitura. É um conhecimento útil, quer se esteja a fazer um cartaz, um livro ou um site.

Depois disso, pediria competências semelhantes no que diz respeito à imagem, ao seu tratamento e organização.

Neste momento, já é útil perceber alguma coisa de som e de edição vídeo, mas tal como um conhecimento mínimo de programação, são competências úteis mas não centrais. Num curso de licenciatura ensinaria o suficiente de cada uma destas coisas para que o futuro designer consiga decidir pela sua especialização, ou então como trabalhar com um especialista na área.

O mesmo se pode dizer das ferramentas, sejam elas computadores, programas, técnicas ou tecnologias. Não vejo muita utilidade em ensinar acriticamente o Photoshop ou o inDesign. Um bom profissional deverá ter a capacidade para decidir qual a ferramenta a usar num dado trabalho ou numa dada altura.

Talvez a competência mais importante, mais crucial mas também mais descurada, para além disto seja a capacidade para argumentar uma posição e para avaliar os argumentos de terceiros. Aqui entra a história, a crítica, a estética, a matemática, a economia, a filosofia, etc. Habitualmente substitui-se isto pela imposição de um vocabulário especializado (“diz-se tipo e não fonte“) mas seria bastante mais útil a capacidade de discutir e não argumentos de autoridade centrados em jargão, que servem mais para vencer discussões pela intimidação ou pelo cansaço do que a chegar a soluções e compromissos.

Numa época de instabilidade extrema, seriam estes os meus mínimos.

São também as características que procuro num bom designer e que sobrevivem a formatos, modas ou a crises: boa tipografia e capacidade de produzir um discurso articulado sobre o seu trabalho e as suas redondezas.

Anúncios

Filed under: Crítica

4 Responses

  1. D.C. diz:

    Devo dizer que um pouco de economia seria bastante útil. Não que as restantes áreas não o sejam, mas creio que de alguma forma, são já abordadas, seja no secundário, seja no curso superior. Talvez um pouco mais de filosofia fosse necessário, mas a economia sofre claramente e é uma ferramenta cujo desconhecimento se faz sentir no dia a dia. Se vivemos num mundo dominado pela economia, em que grande parte da comunicação acaba por ser motivado por ela, deveríamos compreender mais esse elemento. Falo por mim pelo menos.

  2. grotesca diz:

    ensinar economia a designers… conheci o exemplo contrário há uns anos atrás:
    Kurt Weidemann, (http://vimeo.com/21964917) tipógrafo alemão, tinha decidido ensinar design numa faculdade de economia. a razão pela qual este génio do design se passou para o “inimigo”? “para que eles vos compreendam” dizia ele aos designers e estudantes de design presentes no auditório numa conferência sobre tipografia nos anos 90.
    fazia sentido então e faz sentido agora.

  3. Essa ideia de que hoje todos temos que aprender economia parece-me muito perigosa. É o reforço da lógica liberal, que reduz tudo às leis do mercado. Há mais no céu e na terra, do que passa pela cabeça de um economista.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: