The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Pastoral dos Patos

P1070041

Um dos meus autores favoritos de banda desenhada de todos os tempos é Carl Barks, o inventor de Patópolis, do Tio Patinhas, do professor Pardal. Mesmo anónimo entre os tarefeiros da Disney, obrigado a assinar com o logo do patrão, brilhava e bem.

Percebe-se porquê ao ler Vacation Time, publicada originalmente em 1950. A composição da página é inventiva cheia de ângulos e tensões. A riqueza da paisagem antecipa as melhores pranchas de Domingo de Calvin e Hobbes. Mas o que comove é a autenticidade da história.

Quando andava na primária em Vila Real, no fim da década de 1970, o meu pai ia-me buscar mais cedo à escola para os acompanhar em levantamentos para o que viria a ser o Parque do Alvão. As primeiras páginas de Vacation Time despertam em mim um forte sentimento Proustiano de voltar àquelas estradecas estreitas no cimo da serra, a puxar o carro atolado ou a mudar pneus no meio de rebanhos de ovelhas. Barks até apanhou detalhes como os sinais de direcção desfigurados pelos caçadores!

P1070044

 

 

Anúncios

Filed under: Crítica

One Response

  1. […] Disney de 1950, com cinquenta páginas do brilhante Carl Barks, entre as quais as trinta e tal de Vacation Time. Imagino o impacto que esta publicação de grandes dimensões (para a época) teria numa […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: