The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Não há paciência para quem não tem paciência

Se calhar, já devia ter dito isto há mais tempo (já me chateei de vez com amigos por causa disto): Quando eu vejo alguém a manifestar-se na rua, posso não concordar com o que reivindicam, mas assumo sempre que é importante para quem se manifesta.

A reivindicação pode-me parecer ínfima, absurda ou até ofensiva mas, não havendo agressões ou estragos (trânsito ou papelada parados não contam), esforço-me por separar o tema, o conteúdo, do modo como está a ser defendido, da forma. Dizer que tal assunto não merece uma manifestação é (literalmente) desmerecê-lo.

Dizer que o assunto não nos interessa é uma coisa. Agora dizer que ele não devia interessar a pessoas que estão dispostas a manifestarem-se por ele é outra coisa completamente diferente. É um argumento falacioso: discute-se o grau de motivação de quem argumenta e não a substância do que se argumenta. Se alguém defende alguma coisa em público é porque tem motivos para isso. Devia ser óbvio.

Infelizmente, tornou-se habitual avaliar manifestações públicas como se fossem filmes ou livros: é excessivo, dizem os Migueis Sousas; foi infeliz, asseguram os Marcelos; foi irónico, rematam os Joões Miguéis. Não interessa. Critica-se muito a estetização da política (as grandes encenações do fascismo, etc.) mas isso são modas passadas. Agora o que está a dar é avaliar a política como se fosse um concurso de talentos, com o júri a dar conselhos aos manifestantes, não vão eles ser expulsos da Casa dos Segredos. Não há paciência.

Anúncios

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Arquivos

Comentários Recentes

Mário Moura em Livro
João Sobral em Livro
Peixinho de Prata em O Espectador Calado
Mário Moura em Occidente, 1889
Augusto José em Occidente, 1889

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: