The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Mais valia

Tenho que estar atento aos sinais: ando a combater uma tendência recente para começar os meus textos por “Já não tenho paciência para…” Desta vez ia dizê-lo em relação à arte religiosa. Não em relação à escultura em madeira barroca, em granito medieval, ícones bizantinos ou frescos renascentistas. A minha impaciência vai para quem faz da arte uma litúrgia nostálgica: do punk, do modernismo, do dadaísmo, etc. E dedicam-se à pedagogia como quem catequiza. Se um miúdo se atreve a citar ou ouvir um disquito, lá está o sermão: para ouvires, precisas também de ouvir aquilo, porque não ias perceber. Tens que passar por certas coisas para entrar. Se não mais valia estares quieto.

Todas as citações têm um grau de erro, mas nenhuma erra tanto como aquela que insiste em ver a história, sobretudo a mais política, revolucionária ou anárquica, como uma religião. Mais valia cobrar direitos de autor – o efeito era o mesmo.

Advertisements

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: