The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Primeira temporada da Feira Cabisbaixa

oneillcannes

Num universo alternativo onde há boa televisão em Portugal, onde mesmo que se compre uma ideia lá fora se consegue fazer mais e melhor com ela, podia-se fazer uma versão nacional de Mad Men. Podia passar-se na década de sessenta em Lisboa, numa agência publicitária ficcional. Podia passar por lá gente inspirada em Alexandre O’Neill, poeta e publicitário infeliz (“Há mar e mar, há ir e voltar.”). Até se podia chamar Feira Cabisbaixa.

Anúncios

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Arquivos

Comentários Recentes

Mário Moura em Livro
João Sobral em Livro
Peixinho de Prata em O Espectador Calado
Mário Moura em Occidente, 1889
Augusto José em Occidente, 1889

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: