The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Baralhar!!!

Do mesmo modo, baralhar também as formas do que se diz e do que se escreve: fugir ao paperspeak. Ler muito bem os cronistas e os opinion-makers para depois não lhes seguir o exemplo. Argumentar como quem se arranja para sair à noite, fazer política como quem discute a morte da Fénix numa loja de banda desenhada, com aquela consciência marxista que só os fãs de super-heróis têm, que as histórias andam paredes meias com vendas e questões legais. Escrever crítica como quem quase não tem tempo, como se a arte caísse do céu, sem aviso, sem folha de sala, sem sinopse, sem guia, sem nada.

Advertisements

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: