The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Parvoeira

9789722052627

Para se perceber o ponto a que isto chegou, o melhor nem é ouvir o que o governo diz mas o que dizem as pessoas que ainda o vão apoiando, se não em tudo pelo menos nas decisões mais ideológicas. Se o executivo ainda é mais ou menos diplomático com o Tribunal Constitucional (faz-se de sonso), José Gomes Ferreira não está com meias medidas. Argumenta. E não tem medo de chegar a conclusões contra-intuitivas. “Já repararam no absurdo: se toda a gente decidisse cumprir a lei, o país parava? Ah, pois é! E se cumprir a lei paralisaria o país, que calamidade não ocorreria se cumpríssemos à letra a Lei das Leis, a Constituição?”

É claro que fala de cortes em salários, invoca o bom senso, e portanto tudo bem. Podia chegar à conclusão que era igualmente sensato ir a um banco e tirar de lá todo o dinheiro, assustando ou mutilando a tiro quem aparecesse pela frente. Já não é bom senso? E se o assaltante estiver prestes a ser despejado, tiver família doente e se prepara para viver na rua? Já não é bom senso?

Anúncios

Filed under: Crítica

One Response

  1. Em boa verdade poderia se bom senso tirarmos todos o dinheiro dos bancos. Que resultado teria essa dose de bom senso no sistema que o Zé tanto defende?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: