The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Bazooka

bazooka

 

Consegui apanhar, bastante baratos, mais quatro “Regard Moderne”, um dos suplementos que os Bazooka fizeram para o Liberation ainda na década de 1970. Dos seis que saíram só me falta um. Fica aqui uma foto de conjunto das suas publicações de grandes dimensões da minha colecção. Ainda tenho mais umas tantas coisas mais pequenas, catálogos, esquisitices.

Gosto disto em primeiro lugar porque me metia medo de um modo visceral quando era miúdo, não pelo assunto mas pela diferença gráfica em relação a tudo o que se via na altura. Não se parecia com nada. Agora, a razão é quase a mesma: tal como na moda, o aspecto do punk se resume quase caricaturalmente a coisas inspiradas em Vivienne Westwood, mais blusões de cabedal e cabelos espetados, o punk gráfico reduziu-se caricaturalmente a Jamie Reid e Raimond Pettibon, deixando pelo caminho coisas como os Bazooka, que ainda são, neste momento, bem mais inclassificáveis.

Por curiosidade, fica aqui também um “ovo de páscoa” de Tardi, mostrando o grupo a ser expulso da redacção de uma versão do Liberation. Não são dadas explicações, mas calculo que o leitor da altura (1978) perceberia logo.

bazooka01

Anúncios

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: