The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Violência

É menos do que uma hipótese, porque não tenho as ferramentas ou o tempo para a testar, mas acredito que a relativa ausência de manifestações políticas  violentas em Portugal durante esta crise se deve (em grande parte) à maioria dos portugueses mais jovens já não terem contacto directo com formas formativas ou quotidianas de violência. Falo do serviço militar ou de violência de rua (criminosa, política, de Estado – Pide, etc.), por exemplo e respectivamente. Somos uma sociedade pacificada por comparação com a do 25 de Abril, que em grande parte tinha sido treinada para e em situações de guerra ou de quase guerrilha (a oposição ao regime).

Anúncios

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Arquivos

Comentários Recentes

Mário Moura em Livro
João Sobral em Livro
Peixinho de Prata em O Espectador Calado
Mário Moura em Occidente, 1889
Augusto José em Occidente, 1889

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: