The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

É tudo muito bom…

Mais um artigo, desta vez no Público, sobre o boom do turismo. Os turistas gabam a autenticidade. Os locais não têm nada contra o turismo mas…

Eu, que já morei junto à Sé de Lisboa em pleno boom e na Ribeira do Porto antes, percebo bem o “mas”. Nem é o “fim” da autenticidade que me chateia – quem acredita nessas tretas não só merece como quer ser enganado – mas questões mais materiais. Ter sítios onde se pode lanchar sem ter que ficar à espera e/ou pagar um balúrdio. Aqui no Porto deixei de ir ao Guedes comer sandes de pernil quando os preços e as filas aumentaram. Comer uns pedacitos de carne no pão com um fino já era tão caro como uma refeição completa sentado num restaurante ali ao lado. A Confeitaria do Bolhão onde ainda vou tentando ir lanchar depois da piscina ficou impossível de turistas. Os empregados habitualmente simpáticos, andam impacientes e mal dispostos.

O meu incómodo maior não é andar aos encontrões com turistas aos berros (só esta semana me cruzei com dois grupos grandes a urrarem pelo Porto fora, o primeiro a acelerar em tuk tuks). O que me chateia mais é que não se ganha nada com isso que não seja um pouco mais de dinheiro. Em outras cidades e países turísticos, por exemplo, há algum investimento em cultura para além das tretas pseudo-tradicionais. Exposições, cinema, livros, etc. Aqui há um desinvestimento total em cultura, educação, infra-estruturas, segurança social, para uma sobrecarga de impostos. Entretanto, para quem vem de fora há vistos gold e isenção de impostos para reformados.

Tudo isto assenta numa lógica onde o único apoio do Estado consiste em deixar o “mercado a funcionar” com o mínimo de entraves e apoios possível. O resultado é, previsivelmente, uns poucos investimentos pirosos de luxo de grandes dimensões e um não acabar de micro-tascas gurmê, micro-galerias, micro-hosteis todos iguais. Quem tenha outras ambições para além disto, pode sempre pôr-se a mexer – como sempre foi.

Anúncios

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: