The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Intelectuais Públicos

IMG_2233

Discordei de praticamente tudo o que se escreveu ontem no Público sobre o papel do intelectual. Em particular da ideia que o intelectual público morreu (isto dito por meia dúzia deles). Nunca foi uma ideia consensual, em geral é tida como um insulto. Portanto, sempre foi comum os próprios intelectuais recusarem o rótulo – veja-se o cartoon do  Almada que ilustra este post.

Depois também desconfio da crítica que é feita ao intelectual que intervém fora da sua área de especialidade. Em democracia, a discussão pública não é nem deve ser uma especialidade. Acreditar que só economistas, banqueiros ou advogados podem opinar ou decidir com conhecimento de causa sobre política é o resultado dessa crença de só deixar falar quem sabe, e vejam onde isso nos trouxe.

Advertisements

Filed under: Crítica

One Response

  1. Harmódio diz:

    Não nos trouxe a lado nenhum, deixou-nos simplesmente no sítio onde sempre tivemos: um ambiente social altamente hierarquizado onde é preciso ter um certo status para ter voz.

    De resto penso que seria útil criar uma distinção entre o que é um intelectual (público ou não) e o que é um mercenário que actua (fala, escreve, grita…) apenas no sentido de justificar as acções dos seus mecenas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: