The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Nacionalizar a crítica

A minha definição de crítica (que deve muito a Habermas por via de Eagleton) é que é o discurso público sobre qualquer coisa. Até pode ser praticada por um especialista numa dada área: um escritor sobre escrita, um político sobre política, um artista ou historiador de arte sobre arte, mas isso engana um bocadinho, porque a ideia não é falar sobre o que interessa aos praticantes num lugar público (jornal, televisão, etc.) Não se trata de representar uma actividade como se a esfera pública fosse uma feira das profissões.

O que importa na crítica é a construção de um discurso público sobre qualquer coisa. É isso que ela propõe.

A degradação da crítica não tem apenas a ver com a falta de espaço nos jornais e revistas mas é o espelho de uma degradação geral da esfera e da discussão públicas – o que não admira porque desde há décadas que se apregoa que tudo o que é público é mau.

Numa primeira fase, reduziu-se a crítica a um guia de consumo, mas dentro do discurso dominante neoliberal consumir é mau. Não se pode consumir sem produzir qualquer coisa no processo. Daí que a crítica tenha mudado radicalmente. Assume-se que a crítica tem que ser construtiva não no sentido habitual de delicada, respeitosa, mas num sentido novo em que a crítica só é tolerada se for empreendedora. Ou seja, se deixar de ser um discurso sobre qualquer coisa para passar a ser um discurso interno dessa coisa – uma folha de sala numa exposição, é talvez o melhor exemplo. Daí que se diga que a curadoria é a nova crítica. Ou que se faça equivaler a burocracia que neste momento é a investigação académica a uma espécie de crítica, chamando-lhe investigação aplicada.

Não é difícil demonstrar que até se pode chamar crítica, mas não cumpre as funções de uma discussão pública sobre qualquer coisa, porque essa discussão pública, apesar de neste momento ter todos os meios (internet, print on demand), mal existe.

Anúncios

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: