The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

A Vida dos Grandes Homens

Este fim de semana apareceu uma notícia a dar conta da “militância fascista” de Le Corbusier. Trabalhou de modo regular com instituições colaboracionistas, editou revistas com líderes fascistas, elogiou Hitler e teceu comentários anti-semitas. A pergunta é a habitual: mas isso afecta a sua obra? A resposta mais evidente é claro que sim.

A sua obra não é apenas um conjunto de edifícios, escritos e discursos sobre arquitectura mas inclui-o deliberadamente a ele mesmo – é uma arquitectura de autor, para o melhor e para o pior. Seria tão absurdo sugerir que os famosos óculos do arquitecto são irrelevantes como as suas crenças fascistas. Quando se usa um modelo estético assente nos grandes homens, é difícil dizer onde a sua biografia deve parar.

Duvido que Le Corbusier venha algum dia a ser uma figura tão embaraçosa como os Futuristas Italianos, Céline, Riefenstahl. A verdade é que também em cada um destes casos é habitual isolar-se a obra da ideologia. Porque é bela, é uma experiência estética que transcende a política, etc. Ora a beleza é sempre a coisa mais superficial da arte. Não é senão a porta de entrada. Nunca nos limitamos a ela: queremos saber mais sobre quem a fez, porquê e para quem. E essa não é uma preocupação alheia às obras – sobretudo quando quem as fez reclama para si mesmo uma certa coerência biográfica, uma reunião entre vida e arte.

Um autor é também uma certa imagem pública de si mesmo. A ideia de um autor total com um controle absoluto e estético sobre a sua vida e a sua obra é evidentemente totalitária. Exclui formas de colaboração e de negociação.

São possíveis, como é evidente, alternativas à autoria: formatos colectivos ou simplesmente uma recusa das suas condições habituais (veja-se a reclusão pública de Herberto Helder e a discussão em seu torno).

Filed under: Crítica

One Response

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Comentários Recentes

Mário Moura em Occidente, 1889
Augusto José em Occidente, 1889
Francisco Choupina em No Terraço
Marco em Onde
Candeias em Boletins

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: