The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Berlim.

10407889_1415451765442624_5430876031131903029_n

Faz lembrar qualquer coisa, não faz? O meu alemão não é fantástico. Aliás é quase inexistente. Mas tenho a certeza que Porto não se diz assim.

Apanhei isto hoje de manhã a circular pelo facebook. É de uma iniciativa de turismo sustentável em Berlim cujo design foi feito (?) pela firma 3BKE. A página do facebbok do projecto apareceu no começo deste mês, o que parece indicar que o design alemão apareceu depois. Adorava ter mais informação quanto a datas, mas para já penso que é tudo demasiado próximo para ser coincidência. As identidades gráficas construídas através de sistemas modulares apoiados em ícones lineares estão na moda (só este mês vi duas), mas as cores e o ponto final não deixam muitas dúvidas.

Filed under: Crítica

24 Responses

  1. Rita Maria diz:

    Vou tentar confirmar junto do Fair Kiez e dessa agência de quando é o design.

  2. saboteur diz:

    Apesar de tudo estes “ícones” são um bocadinho mais criativos, só o facto de não seguirem uma grelha quadrada, rígida e inflexível, que cria desproporções (como corações do tamanho de edifícios) torna a ilustração mais complexa e envolvente em vez de ser limitar a um mosaico de ícones aleatórios… mas isto sou eu que digo, que não percebo como a identidade do porto. ganha tantos prémios.

    • Guilherme Dessa diz:

      Não deixa de ser plágio, e digo já que não concordo nada com a sua opinião, este design partiu da ideia do quadrado, do quadriculado do azulejo português. Aliás, a marca PORTO não se restringe ao formato quadrado porque os quadrados interligam-se uns com os outros. Pode parecer mais atractiva atractiva e criativa a versão alemã, mas só a quem não percebe a versão (original) portuguesa. Plágio é crime e tem de ser punido.

    • p313 diz:

      “…só o facto de não seguirem uma grelha quadrada, rígida e inflexível, que cria desproporções (como corações do tamanho de edifícios)…” De facto, ter um cigarro do tamanho de uma cabeça humana, ou mesmo a cabeça humana do tamanho de um edifício, não criam desproporções…
      Quanto ao gostar mais de uma do que de outra, é totalmente válido. Apenas achei que houve uma contradição no seu comentário.

  3. A mim choca-me mais é ignorarmos plágios que os tugas fazem aos estrangeiros🙂 Porque estarmos atentos aos plágios lá de fora é sempre mais bonito. Antes da identidade do Porto. já muitas semelhantes, muito parecidas, tinham sido feitas. Este grafismo da moda já vem de 2012.

  4. mas a falta de Originalidade não fica por aqui, temos uma marca própria criada e registanda no INPI em 26/05/2010 com o logótipo que podem ver no link : https://www.facebook.com/print4home/photos/a.290427547645992.71753.290426744312739/458987774123301/?type=1&theater
    Descobrimos que existe uma com o mesmo nome, o que até não me espanta pois será facil lá chegar, Print4Home, o que me espanta mesmo é a originalidade do logótipo como podem ver no site dos alemães: http://www.print4home.de/
    São mesmo, mesmo, mesmo criativos

  5. grotesca diz:

    acreditas que em poucas horas o site e o evento no facebook desapareceram?!

  6. Acho mais cosmopolita e menos moura que a do porto.

  7. grooveme diz:

    carlosmanferreira não achas que estás a confudir plágio com franchising?

    • Gostei da ironia, tenho um franchising na Alemanha e não sei.. De facto quem não souber até pensa que é um franchising ou pior, como uma parte das pessoas tem uma mente “curta”, pensa que foi o português que copiou o alemão. O que me deixa um pouquinho MUITO irado…

  8. fabio diz:

    Prague Design School.
    Antes de tantos comentários informem-se. Talvez o “Porto” também tenha plagiado a Escola de Design de Praga…

  9. Pedro diz:

    O caso da Escola de Design de Praga não é bem a mesma coisa.

    Esqueçam a cor azul e olhem lá bem para aquilo…

    A ilustração vectorial/linear/sintética dum edifício e paisagem envolvente não é o mesmo que um universo de pictogramas (com esse mesmo estilo gráfico) criado para funcionar de forma modular e não como 1 única ilustração.

  10. - diz:

    “(…) a garrafa vencedora é um plágio descarado de uma garrafa que já existe pelo menos desde 2008 e já ganhou vários prémios?? o Júri devia conhecer isto, se vão avaliar projectos fora das suas áreas de conhecimento têm de se instruir nesse sentido para que na altura da decisão tenham conhecimento do que estão a fazer e reprovem tal comportamento, este projecto nunca devia ter passado aos finalistas muito menos ter ganho!!!

    Lamentável que se promova tanto a criatividade no discurso e na prática se premeie a falta de criatividade e o plágio! O sistema de copo, a forma da garrafa, nem se deram ao trabalho de mudar a cor das tampas!

    Os designers no Juri deviam estar mais instruídos, a aluna que ganhou devia ter pesquisado mais, ou menos! O Paulo Seco que também faz parte da equipa que ganhou tem responsabilidade redobrada porque dá aulas numa escola de design e devia reprovar a cultura de plágio e incutir isso nos alunos!!!

    “1 litre water company and their design team have invented the first bottle in the world to feature an integrated cup. Our proprietary design has been acknowledged as the most functional, sophisticated and visually appealing bottle on the market. 1 litre™ was awarded the gold medal for “People’s Choice in Packaging and Design at the Berkeley Spring Water Tasting Competition”.

    A Câmara do Porto devia apoiar o seu discurso de inovação e criatividade com profissionais qualificados , de outra forma acontecem situações destas que nada dignificam o Porto!”

    texto de Joana Alves

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Comentários Recentes

Mário Moura em Occidente, 1889
Augusto José em Occidente, 1889
Francisco Choupina em No Terraço
Marco em Onde
Candeias em Boletins

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: