The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Demonizações

Há opiniões que descobri, no último ano, dão-me vómitos literais. Uma delas é a demonização em curso dos eleitores que votaram no Brexit. Em muitos casos, tem-se o cuidado e a decência de salvaguardar que não, nem todo o voto foi xenófobo ou racista, que houve gente que votou porque tinha dúvidas legítimas em relação ao projecto europeu. Em outros, apanhei gente a dizer que o voto no Brexit era por definição xenófobo, na melhor das hipóteses por cumplicidade.
Houve gente ligada a comunidades imigrantes de fora do espaço europeu que foi acusada de xenofobia porque votou na saída porque consideravam a europa como um espaço xenófobo.
Nem se trata, no meu caso, de ser a favor ou contra a europa mas de deixar, nem que seja em possibilidade, um espaço de discussão para a europa, onde as opiniões críticas não sejam demonizadas, atiradas à pazada para a vala comum dos racismos, das xenofobias, da ignorância. Interessa a muito boa gente que o Brexit seja uma desgraça social e económica, que a Inglaterra seja realmente um fosso de racismo, sobretudo para servir como comparação que a Europa é melhor.
Note-se que por mais instrumentalizado que tenha sido pela extrema-direita, o voto era sobre a Europa e demonizar em bloco quem votou por convicções que nada têm que ver com xenófobia só entrega de mão beijada esses resultados e a vitória na mão da extrema direita.
Para muita gente isto não passou de uma discussão inconsequente de facebook, um divertimento intelectual onde se acusou levianamente das piores coisas gente que votou pela saída da Inglaterra da Europa por todo o tipo de razões com as quais de pode discordas mas não são monstruosas (razões laborais, económicas, etc.). Ao fim de algum tempo percebi (ou melhor senti) que não tenho grande consideração por gente que tem tão pouca consideração pelas opiniões de tantos. Não me interessa discutir este assunto nestes termos. Não tenho abertura de espírito que consiga abarcar a redução a lixo do voto, da opinião e das convicções de tanta gente.

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Comentários Recentes

Mário Moura em Occidente, 1889
Augusto José em Occidente, 1889
Francisco Choupina em No Terraço
Marco em Onde
Candeias em Boletins

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: