The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Tigre Tigre

Nos intervalos de ler gente aqui no facebook a argumentar se o fascismo e o comunismo são simétricos (não acho que sejam), leio a biografia de William Morris, de Fiona MacCarthy. Nos tempos de estudante em Oxford, o seu grupo de amigos descobria (às escondidas que já na altura era mal visto) o Socialismo, que era bastante próximo do que hoje chamamos Comunismo. Ainda mais às escondidas, sentiam o chamamento de algo tão escandaloso quanto isso, o Catolicismo. A nós, parece-nos uma contradição, mas lembrem-se do livro de Weber, A Ética de Trabalho Protestante e o Espírito do Capitalismo. Basta o título. Para Morris e os seus amigos o apelo do Catolicismo era o de ser algo que vinha de antes da Revolução Industrial e do próprio Capitalismo. Deste modo, comunismo e catolicismo. A contradição, a existir, é nossa, no nosso tempo. No deles fazia todo o sentido. Andar a ver simetrias e rimas na história é bonito mas às vezes engana.

Anúncios

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: