The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Mail

«Boa tarde,

já faz quase uma semana que fiz ao Observador um pedido de correcção factual. Lembro: escreve o crítico a propósito do primeiro ensaio do livro que «[e]mbora não seja declarado como tal, trata-se do relatório de nomeação definitiva na FBAUP». Não é. São dois textos distintos. O ensaio é declarado como inédito na introdução do livro. Foi escrito em 2017 a pedido da editora. O relatório foi entregue em 2015 e é um ensaio acompanhando e comentando uma lista da investigação que produzi depois do doutoramento. Não poderia ser inédito porque é um documento público do qual se produziram exemplares para o júri, para a escola, de acordo com o regulamento pertinente. Ao afirmar que o ensaio «não é declarado» como sendo o relatório, o crítico assume que inventou, sem qualquer base. Se inventou por iniciativa própria ou através de fonte mal informada, é-me de todo indiferente. Espero apenas a correcção.

Sublinhe-se que não ponho em causa a opinião do crítico do Observador que, por pior construída que seja, é só sua. Estou a apontar apenas um erro factual, que gostaria de ver corrigido. Haveria mais correcções a fazer mas creio, pela sua natureza, que caberiam ao revisor do Observador, caso exista.

esperando (ainda),
Mário Moura»

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: