The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Facsimile

Da edição em facsimile do Lisboa Cidade Triste e Alegre, à primeira vista parece-me, para já e ao nível da qualidade das imagens, bastante bem. Tenho pena que não se tenha usado papéis mais próximos do original para as guardas e para a introdução – mas era talvez uma esperança irrealista. Do que tenho mais pena é que a reedição em fascículos não siga o plano dos autores, que tiveram a preocupação de fazer de cada número uma espécie de publicação em miniatura que se podia ler como uma unidade, com a ajuda da porção correspondente do índice, que não era deixado para o último fascículo mas acompanhava cada número. Ou seja, tentava-se que a publicação em prestações não fosse um mero acumular mas podia-se ir recompensando o seu público. Tenho também pena que não se tenha decidido reproduzir as capinhas em que vinham os fascículos. Nada disto é uma censura mas apenas um conjunto de penas. Calculo que estas opções se devam também a questões técnicas. Mas confesso que gosto do formato reduzido. Vou ficar à espera dos próximos com ânsia.

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: