The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Figo, Flor, Fruto, Fascismo

IMG_5218
Eu sou designer de formação. Há coisas para as quais não nos preparam na escola. Para o tédio que é ouvir gente a debater que se diz logótipo e não logotipo. E vice-versa. E vice-vice-versa. Ou para as discussões sobre como a Helvetica é melhor que a Arial. É o mesmo com os cinéfilos que perdem tempo a discutir se o Dunkirk é ou não cinema. Ou com aquele tipo desesperado de melómano que tem teorias muito elaboradas sobre como a Beyonce é na realidade menos hip-hop do que bluegrass. Têm argumentos complicadíssimos para isso, que em geral derivam de terem entrado, há muito, muito tempo atrás, na saída errada numa rotunda qualquer da alma. O mesmo quando apanho gente a dizer que o Salazar não era fascista. Não falo dos que dizem isso porque eles próprios não se acham fascistas, mas dos que perdem tempo a comparar os diversos fascismos até cada um ficar uma singularidade não-generalizável – para eles, até o fascismo italiano não chega bem a ser um fascismo, calculo.

Sabem, um figo não é um fruto mas uma flor. Para um botânico, a distinção tem uma certa utilidade. Para um cozinheiro, nem por isso. Enquanto um arruma o figo com as rosas, o outro arruma-o com as nozes. Quando aparece um chico-esperto a insistir no carácter de flor do figo a meio do jantar, a coisa até tem piada como curiosidade. Se é daquele pedantismo melga que se usa para calar os outros ou para desintegrar uma discussão numa núvem de preciosismos irrelevantes, então mais valia ir ali o espertinho apanhar um pontapé nos tomates – que também não são fruta. O rigor do vocabulário não é uma virtude em si mesma mas depende do contexto.

Não, se calhar o Salazar até nem era fascista, apesar de haver discursos e escritos dele a ponderar o que aproveitava do fascismo, apesar da foto autografada que tinha do Mussolini, apesar de estar sempre a ir a inaugurações e eventos onde toda a gente lhe espetava o bracinho direito em sinal de homenagem.

Anúncios

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: