The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Um ano d’o design que o design não vê

IMG_5411

Faz pouco mais de um ano que saiu, e ainda tenho bastante orgulho no meu livrinho, sobretudo do ensaio que lhe dá o nome. Posso estar enganado, mas é capaz de ser o único editado em Portugal fora da academia a tratar a relação estrutural e  histórica do design com o racismo, a discriminação de género e de classe.

Um livro percebe-se talvez pelas irritações que provoca. À laia de blurb, posso garantir que lá para as bandas do Observador fui acusado de ser politicamente correcto – coisa que não vejo como um defeito, antes pelo contrário. Pela minha experiência, quando alguém nos acusa disso é como se nos desse um Ovo Kinder. A única dúvida é se lá dentro vem racismo, sexismo, xenofobia, homofobia, conservadorismo, fascismo ou .machismo. Na falta de argumentos ou de rigor, criticaram-me o carácter e inventaram factos sobre a minha carreira que se recusaram a corrigir. Ainda tive que aturar uma enfiada de mails não solicitados do crítico em questão a insultar-me que só pararam quando lhes deixei de responder. Teve alguns efeitos positivos, neste momento ainda estou a concretizar trabalhos de escrita e investigação para pessoas que me convidaram especificamente por causa da peça do Observador. Enfim, não se fique a suspeitar que tenho alguma esperança ou vontade de converter o Observador a alguma coisa que não aquilo que eles pensam, mas ainda tenho algum orgulho de ter escrito um dos poucos livros sobre design em Portugal que pode ser acusado de ser politicamente correcto.

Não é um livro perfeito. Há distância de um ano, já lhe acho certas partes incompletas, o que significa que já vai sendo altura de lhe escrever uma sequela que as desenvolva. Como podem ver pelos últimos posts, tenho-me preocupado muito com a relação entre o design e a identidade do interior do país, assunto que adorava desenvolver. Também tenho desenvolvido a relação estrutural entre a história da comunicação visual e do design em Portugal e o Salazarismo (aqui por exemplo).

Anúncios

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: