The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Polémicas

Soube agora da polémica entre a Joacine Katar-Moreira e o Daniel Oliveira.

Tal como já disse o Zé Neves: «dizer que outrem tem sobre um dado assunto as mesmas posições do que a direita ou a extrema-direita não é o mesmo do que dizer que outrem é de direita ou de extrema-direita.»

Pelo que percebi depois de ler os threads, DO está ofendido por JKM achar que tem posições em comum com a extrema direita. O que tem alguma piada porque tudo isto começou com o próprio DO a achar que a esquerda a que chama identitária, nomeadamente o Livre, tem posições em comum com a extrema direita e pode ser até o motivo da ascenção da extrema direita.

Ainda hoje à tarde dizia eu, sem saber nada da polémica, que mais do que o André Ventura ou mesmo os Mários Machados, me preocupa haver cada vez mais gente, incluindo moderados e de esquerda, com posições semelhantes às da extrema direita. É nesta franja que se vê, com toda a acuidade, a normalização em curso das ideias de extrema direita.

Esta normalização revela-se no contraste que há entre o tratamento dado a JKM e à Extrema Direita. No curso da conversa, ironizei que a mesma esquerda liberal que vê um assessor de saia ou uma deputada que assume a sua negritude como um perigo comparável ao da extrema direita já se apressa a convidar a dita extrema direita para debater num podcast.

A esquerda dita anti-identitária de Daniel Oliveira está majestosamente mal preparada para lidar com a extrema direita. Propõe-se discutir economia e luta de classes com André Ventura. O resultado é ficarem de boca aberta quando metade do país partilha os videos de Ventura, e assegura que este até diz coisas «que não são mentira nenhuma».

Não se vence a extrema direita evitando o tema do racismo e da discriminação em geral e pedindo para se falar antes da economia e da luta de classes. Se não se tem um discurso anti-racista mobilizador, específico e informado, o que fica no vácuo é apenas o discurso da extrema direita, deixando a esta toda a liberdade para definir o campo. Não chegam declarações vagas e generalistas.

É preciso combater o programa dos Venturas não na economia mas naquilo que ele tem de especificamente mau. Falar do racismo apenas como uma distracção secundária de assuntos como a luta de classes ou o republicanismo é apenas fugir ao assunto – negar o problema.

Filed under: Crítica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: