The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

“Guia Profissional do Tipógrafo”

Apanhei à venda em Barcelona por cerca de 12 euros o Guia Profissional do Tipógrafo, editado em 1949 por Manuel Pedro, uma coisa delicada e colorida que ainda não tive tempo de ler. Tem uma dedicatória impressa e outra manuscrita do próprio autor. Aquilo que me atrai mais no livro, para além das cores vibrantes, é o modo como caracteres tipográficos são usados para construir gráficos, capitulares e diagramas, dando um aspecto vagamente vanguardista à coisa.

1. Dedicatória manuscrita.

2. Gráficos feitos com caracteres.

3. e 4. Exemplos de construção de letras usando caracteres geométricos.

Filed under: Design

6 Responses

  1. Luís Ferreira diz:

    Mário, o que mostras nas imagens 3 e 4 parece (pelo que a imagem e a tua explicação permite entender) vir na linha do tipo “súper-veloz” criado pela Fundición Tipografica Iranzo (Barcelona) em 1942. O Súper-Veloz de Joan Trochut (1920-1980) era uma colecção de peças móveis que se podiam combinar entre si, constituindo um completo sistema modular.

    Há um projecto muito interessante sobre este sistema onde podes consultar a história. Ver aqui: http://www.superveloz.net/

  2. elisabete diz:

    Boa tarde Mário,
    Antes de mais parabéns pelo blog!
    Será que lhe posso pedir um favor? Procuro há algum tempo (ainda que não da forma mais exaustiva possível) informações sobre o trabalho de Paulo de Cantos. Será que me pode dar algumas indicações?
    Desde já, muito obrigada pela disponibilidade

    • Muito obrigado! E gostava de poder ajudar mais no Paulo de Cantos. Sei algumas coisas sobre ele, mas apenas por conversar com pessoas com mais experiência no trabalho dele do que eu. A pessoa mais informada sobre o assunto que conheço é o António Gomes dos Barbara Says que, para além de ter uma boa colecção, anda a preparar um ciclo de eventos salvo erro acompanhado de uma publicação. O Jorge Silva da Silva! Designers também é um coleccionador e um interessado. O Pedro Nora da editora Braço de Ferro fez alguma pesquisa sobre o assunto tendo entrevistado pessoas que o conheciam e uma das gráficas onde ele imprimiu alguns dos seus livros. A Professora Sofia Gonçalves das Belas Artes de Lisboa também tem investigado sobre ele, tendo reunido algumas publicações.

  3. elisabete diz:

    Muito obrigada! Deu-me imensas pistas. Ajudou-me bastante! Irei pesquisar…
    Um bem haja!

  4. MANUEL PEDRO MONTEIRO diz:

    Sr. Mário Moura:
    Descobri o seu comentário ao livro de Manuel Pedro porque sou neto dele e gostava de lhe pedir se me pode dizer o que diz na dedicatória.
    Também gostava de lhe dizer que como me dediquei a uma profissão bem diferente da do meu avô (psiquiatra da infância) entreguei há anos todos os livros e outros materiais com valor histórico do meu avô e meu pai ao Museu da Imprensa.
    Cumprimentos

    Manuel Pedro Monteiro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: