The Ressabiator

Ícone

Se não podes pô-los a pensar uma vez, podes pô-los a pensar duas vezes

Cinquenta Anos

Pioneers

Em 2019, faz cinquenta anos um dos meus livros de design favoritos de todos os tempos, o Pioneers of Modern Typography, de Herbert Spencer, também editor da Typographica, uma das melhores revistas de design de todos os tempos, e dos Penrose Annuals durante a sua melhor década (1964 – 1973). Já escrevi sobre ele um monte de vezes. Dediquei-lhe uma conferência na Culturgest. É capaz de ser dos livros mais influentes da história do design. Foi o livro que Peter Saville levou para a sua entrevista de emprego com Tony Wilson. Era o livro de referência de Étienne Robial. Era uma das influências assumidas do grande Luís Miguel Castro, um dos melhores directores artísticos portugueses. Percebe-se a sua influência que teve na seminal revista Kapa (1990 – 1993).

Faz-se o aviso do costume. É um livro datado, tanto no design como no conteúdo. Não o aconselho como livro de história mas enquanto documento histórico. É isso que o torna interessante. É o exemplo acabado de uma história do design centrada na figura heróica do «pioneiro» e da sua obra. Isolados de referentes históricos e de contexto, designer e trabalho tornam-se em puras formas disponíveis à apropriação. Pelo lado positivo, a história é apresentada sem pompa, acessível a quem a agarre. Não admira que tenha sido uma referência crucial do designer gráfico pós-moderno, que prefere a citação e o roubo à novidade absoluta do moderno.

É dos livros de design mais sexy de todos os tempos. Impresso em cores directas, num sem número de papéis distintos, as formas geométricas dos modernos têm uma solidez concreta que os deixa a meio caminho entre o objecto pousado sobre a página e a imagem. Às vezes ainda se apanha barata a primeira edição, a única que vale a pena, em sítios como o ebay ou o abebooks.

Anúncios

Filed under: Crítica

One Response

  1. […] de Herbert Spencer, é dos livros mais sumarentos da história do design gráfico. Já falei dele aqui há dias a propósito dos seus cinquenta anos. Conta-se sobre Peter Saville levou um exemplar roubado na biblioteca da escola à entrevista de […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Arquivos

Arquivos

Categorias

%d bloggers like this: